Janelas de SP, por Nara Rosetto

O tema de hoje é sobre um trabalho lindo e apaixonante que venho acompanhando de perto. Janelas de SP é um projeto de Nara Rosetto, onde ela apresenta na página do tumblr seus desenhos de janelas que faz pela cidade. Janelas que são, segundo ela, bem mais do que apenas uma “abertura nas paredes dos edifícios, para deixar passar a luz e o ar”. Vejam o texto da autora que define, de forma poética, seu belíssimo trabalho:

“Partindo de seu significado formal, janela é, ao mesmo tempo, um espaço por onde entra a luz e por onde se pode enxergar o exterior. Mas se na sua origem linguística latina, janela é apenas uma pequena porta, hoje, seu uso se expande. Na gíria, são os espaços vagos na agenda; na computação o ambiente destinado a cada programa; no corpo humano, são nossos observadores olhos. Para mim, janelas são vazios, não-lugares que nos permitem ver através, que nos preenchem de imagens e memórias. São molduras que delimitam belos quadros feitos de paisagem real, viva, mutável, nova a cada instante. E se meus olhos são as janelas de mim, as janelas são os olhos da casa; são pura abstração e poesia.”

“Da janela de minha alma, vejo, todos os dias seus contornos nos incontáveis edifícios paulistanos. Seja pelo fascínio inconsciente ou por sua beleza arquitetônica, as janelas de São Paulo me acompanham e para dividi-las com vocês faço o “Janelas de SP”, um fragmento catalográfico semanal por meio de reproduções que misturam meu trabalho como arquiteta com a delicadeza de um desenho a mão livre.” – por Nara Rosetto.

Para conhecer seu trabalho, clique AQUI.

___

Today‘s post is about a beautiful and exciting work I have been watching closely. Janelas de SP is a project of Nara Rosetto, where she presents on her tumblr page drawings of windows that make the city. Windows that are, according to her, far more than just opening the walls of buildings, to pass the light and air” See the text of the author who defines, in a poetic way, your wonderful work.:

“Starting with their formal meaning, the window is at the same time, a space through which light enters and where you can see the outside. But if in their Latin language origin, is only a small window door today, its use is in the jargon expands, are vacant spaces on the agenda;. computing environment for each program;. in the human body are our watchful eyes for me, windows are empty, non-places that allow us to see through that fill in the . memories and images are frames that enclose beautiful paintings made ​​from real landscape, living, changing, new in every moment and if my eyes are the windows me, windows are the eyes of the house:. abstraction and are pure poetry. “

“From the window of my soul, I see every day in their contours paulistanos countless buildings. Be the unconscious or alluring for its architectural beauty, the windows of St. Paul to join me and share them with you do” windows SP , a weekly cataloging fragment through reproductions that mix my work as an architect with the delicacy of a drawing freehand. – by Nara Rosetto.

To know his work, click HERE.

Av. Angélica, Higirnópolis - São Paulo, de Nara Rosetto

Av. Angélica, Higirnópolis – São Paulo, de Nara Rosetto

3

Janela com gradil, em rua do Butantã, de Nara Rosetto

 

2

Edifício Paulicéia na Av. Paulista, de Nara Rosetto

 

1

Casa na Vila Maria Zélia, de Nara Rosetto

 

 

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “Janelas de SP, por Nara Rosetto

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s