Em quatro escalas

A parte mais bonita da entrevista com Corrêa do Lago, para o Aliás desse sábado:

“O único interesse de Brasília é preservá-la. Sempre cito uma frase que li certa vez na revista The Economist: Brasília é, a um só tempo, a glória e o túmulo do ideal modernista. Ninguém construiu no século 20 um exemplar tão forte dos ideais modernistas. E justamente por tê-la construído, revelamos os limites desses ideais. Se você “normalizar” a capital, ela passa a ser mais uma horrenda cidade brasileira. Apesar de eu achar que devem ser feitas microintervenções em áreas mais complicadas, a preservação do plano original é o que dá ao Brasil o título de país que, no século 20, executou o mais importante projeto arquitetônico de uma era. Eventuais concessões para normalização de Brasília têm de ser muito cuidadosas, não podem ferir sua concepção original. Claro que seria muito mais prático para os moradores da Place Vendôme abrir uma padaria lá, mas ninguém vai fazer isso. A praticidade é coisa muito perigosa na dimensão artística. Deixe-me dizer o que eu julgo alterável no plano. Lucio Costa acentuava que Brasília deveria ter quatro escalas importantes: a residencial, a monumental, a gregária e a bucólica. A dimensão residencial é basicamente a das superquadras e casas. A monumental, toda aquela parte dos ministérios, palácios, etc. A bucólica diz respeito às áreas verdes. E a parte gregária é a dos espaços de convivência, onde as pessoas se encontram. O maior insucesso de Brasília está na dimensão gregária. Brasília não tem o convívio das esquinas.”

Anúncios

3 comentários sobre “Em quatro escalas

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s