Peso e sombra

Estudando – à distância – análises de arquitetura pelo livro de Geoffrey Baker, Le Corbusier: Uma análise da forma, encontrei duas páginas sobre Ruskin, um autor que já me havia encantado a anos atrás. E ali, estavam alguns parágrafos de As sete lâmpadas da arquitetura, entre eles:

“Não importa quão deselegantes ou banais sejam os meios que adquirem peso e sombra – telhado inclinado, varanda proeminente, sacada saliente, nicho côncavo, gárgula maciça, parapeito sombrio; que adquiram apenas escuridão e simplicidade, e todas as coisas boas se seguirão a seu tempo e lugar.”

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s