Dificuldade em projetar

Esse semestre tenho que reordenar uma quadra da Cidade Universitária de Madri. Os passos que sigo são incertos. Mesmo assim, sigo. Vou ao terreno e caminho, observo, cheiro, toco e sinto. Tento compreender o que acontece por ali. O que mudar, por que mudar e, logo, como mudar? Enquanto ando, vou narrando o que percebo e o que muda passo-a-passo. Penso no que narro tentando encontrar algo que me chame a atenção. Vejo uma sombra em um banco solitário na rua que beira o quarteirão. O piso da calçada é de pedras pequenas e marrons e, quando chegar o 137, entro e vou para Moncloa – dali já não seguirei mais pensando no projeto. Agora me pergunto se foi uma boa idéia voltar a esse terreno tão abandonado. 

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s